Dor-de-Dente

A ansiedade afeta uma em cada seis pessoas no mundo de acordo com o Instituto de Saúde Mental dos Estados Unidos. Ela geralmente é adquirida por fatores genéticos ou devido ao ambiente em que a pessoa está inserida. Na maioria dos casos, ela está ligada a fobia social, resultado da apreensão excessiva com relação ao que os outros pensam sobre ela. Inclusive, a ansiedade pode afetar a boca, comprometendo a saúde bucal.

Pessoas que sofrem com este distúrbio também costumam ter preocupações e medos elevados a um nível muito alto, sejam em situações no ambiente de trabalho, em relacionamentos interpessoais ou antes de provas e decisões difíceis do dia-a-dia.

Reflexos da ansiedade na saúde bucal

ansiedade

Quando uma pessoa é diagnosticada com ansiedade, ela também pode sofrer com outras doenças relacionadas, que acabam afetando outras áreas do corpo, como a saúde bucal.

Por isso, além de procurar um tratamento com ajuda de psicólogos e especialistas da área mental, também é bom procurar um cirurgião-dentista, pois a ansiedade está ligada às doenças bucais como o bruxismo e ao hábito de roer as unhas, que também acabam afetando a dentição.

Bruxismo e a ansiedade

bruxismo

O bruxismo é uma doença bucal que ocorre geralmente durante a noite. Ele se caracteriza pelo ranger de dentes, ocasionando dores e podendo se estender até mesmo a fraturas na arcada dentária. Esta doença está associada a ansiedade, uma vez que o paciente que sofre com ela acaba aliviando sua tensão ao pressionar os dentes.

Alguns efeitos colaterais são:

• Danos à mastigação

• Enxaqueca

• Insônia

• Desgastes do esmalte dental

• Sensibilidade a alimentos gelados ou quentes

O principal tratamento para o bruxismo é caracterizado por uma espécie de fisioterapia, na qual é usada uma placa miorrelaxante durante o sono, fazendo com que os dentes não entrem em atrito uns com os outros.

Outro tratamento utilizado é uma toxina botulínica, esta que proporciona relaxamento para os músculos, evitando a contração muscular e, com isso, eliminando o ranger dos dentes.

Hábitos estimulados pela ansiedade

bruxismo-dor-sintomas

O comportamento de pessoas ansiosas também está ligado a roer as unhas ou morder tampas de canetas, esses que acabam desgastando os dentes. Abolir esses hábitos não é uma tarefa fácil!

Uma dica é começar a prestar atenção em quais momentos essa mania é desencadeada e, a partir disso, procurar um tratamento psicológico para aliviar o estresse e a ansiedade. Você também pode procurar tratamentos como o uso de esmaltes de pimenta ou com sabor amargo, afastando a vontade de roer as unhas.

Alguns fatores que podem ajudar a acabar com a mania de roer as unhas é sempre mantê-las cortadas e lixadas, ou, para as mulheres, a aplicação de unhas postiças, criando uma espécie de barreira para o mau hábito. Mastigar um chiclete também pode ser uma solução para aliviar a ansiedade, trocando a necessidade de roer as unhas, pelo doce. Mas cuidado! Prefira os sem açúcares para que não haja um impacto negativo em seus dentes.

Ao ser diagnosticado com ansiedade, é aconselhável que você também procure a ajuda de um dentista. Esta doença está ligada ao desgaste dos dentes, seja este por bruxismo, ou por maus hábitos, como roer as unhas.

 

Se gostou do Artigo, peço que curta, compartilhe com os amigos e se inscreva no canal, pois sempre estarei postando coisas sobre Saúde e bem estar.

 

Assista a este vídeo sobre alimentação saudável e saúde:

 

ATENÇÃO!

Este artigo não substitui em nenhuma hipótese a consulta e orientação Médica e Terapêutica especializada.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *