roer unhas
– A VISÃO METAFÍSICA DAS UNHAS – Metafisica
 
 
Na metafisica as unhas representam nossas garras e nossa assiduidade. O formato delas pode nos mostrar também um pouco das nossas emoções vou dar alguns exemplos:
 
Unhas cônicas: Pessoas sensíveis, impulsivas e que possuem intuição. Põem a emoção em tudo o que fazem e menos a razão.
 
Unhas redondas: Pessoas de bom senso, equilibradas sabem lidar com as mudanças, e possuem a mente aberta para novas idéias. Razão e emoção andam juntas.
 
Unhas quadradas: Pessoas confiantes, possuem expressão verbal clara. Estabilidade e segurança é uma busca constante e são muito organizadas naquilo que fazem.
 
Unhas espatuladas: Pessoas independentes, enérgicas, entusiasmadas e muito dinâmicas. São de uma lealdade indiscutível.
 
Roer as unhas: Recalcar os impulsos de ação.
Ter a mania de roer as unhas mostra que essa pessoa reprime seus impulsos agressivos. Não possuí o atrevimento necessário para poder por para fora sua força agressiva, às vezes teme não conseguir controlar seus impulsos e acabar cometendo uma injustiça, então prefere se agredir com o ato de roer suas unhas. para não ferir os outros. Agora roer as unhas numa postura estática, é uma maneira de auto estimular suas garras.
ansiedade
 
 

Perguntas que deves fazer ao teu eu:

 
 
1. Onde deveria mostrar minhas garras e não me atrevo? Onde eu inconscientemente guardo algo sob as unhas?
 
 
2. Até que medida meu medo me deixa indefeso diante da agressão?
 
 
3. Onde, em sentido figurado, sou vítima de minha agressão?
 
 
4. Onde poderia encontrar confiança em minha força e minha vitalidade?
 
 
5. Onde há possibilidades significativas para minha disponibilidade agressiva de defesa?
 
 
 
A cor que você pinta suas unhas também pode mostrar muito das suas emoções, se está mais afiada, mais romântica, se está com sua tolerância zero. Mas o mais importante é cuidar bem das suas unhas, pois elas representam nossas garras na vida.
 
 

Resumo:

 
Normalmente se diz que pessoas que roem unhas são nervosas e estão sempre inquietas: é porque estão guardando ressentimentos profundos pela educação recebida e os transferem para seu consciente na forma de insatisfação, ansiedade, depressão e raiva de coisas insignificantes de seu dia-a-dia.
 
ATENÇÃO: o conteúdo deste artigo não substitui a apropriada assistência MÉDICA ou PSICOLÓGICA.
 
De modo que, aceitar o conteúdo do mesmo estará sujeito a sua própria interpretação e uso.
 
Paz e Luz.
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *