perigo

obeso

O que acontece com seu corpo depois que você come pizza? Especialista em nutrição mapeou minuto a minuto como nosso organismo reage a uma simples fatia da redonda. Saber a verdade vai fazer você repensar suas escolhas. 

Difícil ver negatividade neste alimento que muitos consideram perfeito.

A não ser que você não queira enxergar umas verdades.

A untuosidade de uma bela pizza e seu amálgama de sabores obscurecem o fato dela ser uma bomba de calorias, sódio e gordura saturada que faz explodir as medidas da cintura.

Em média, uma fatia do sabor pepperoni contém 311 calorias, 13,5 gramas de gorduras totais (5,5 gramas de gordura saturada) e 720 milligramas de sódio.

E, é claro, muita gente vai além de um pedaço.

Os problemas não param por aí.

Isso porque a pizza segue seu caminho no organismo causando danos à saúde minuto a minuto.

É o que revela a porta-voz da Academy of Nutrition and Dietetics (Estados Unidos), Sonya Angelone.

Acompanhe a seguir o que ela revela sobre a trajetória da pizza no corpo depois de ingerida.

dor obesidade

0 a 10 minutos após a ingestão

No sentido do paladar (e pelo bem da boa forma), tudo deveria terminar na primeira fatia.

A explicação é que todas as dentadas após a inaugural têm o gosto menos percebido.

Isso não quer dizer que salivar diante da tentação seja um total desperdício: a salivação libera enzimas digestivas, que iniciam o processo de digestão na boca – que segue no esôfago e então no estômago.

Começando com os carboidratos na crosta da pizza, estas enzimas começam a quebrar o alimento em açúcares super-simples conhecidos como glicose.

Posteriormente, seu corpo usa a glicose para alimentar o movimento dos músculos, manter seu coração batendo, e assim por diante.

10 a 15 minutos após a ingestão

O corpo leva o seu tempo para digerir gorduras, neste caso vindas do queijo e do pepperoni.

E, se você é especialmente sensível ao queijo ou glúten, ou se comeu depressa, vai enfrentar inchaço na barriga, quanto o processo digestivo continua, liberando gases residuais.

15 a 20 minutos após a ingestão

Agora que a maioria dos carboidratos está em seu fluxo sanguíneo, o pâncreas secreta o hormônio insulina para ajudar as células a converter a glicose em energia.

Se as células já estão totalmente abastecidas (como após a sua terceira ou quarta fatia de pizza), elas vão rejeitar o excesso, mantendo os níveis de açúcar no sangue elevados por mais tempo.

Altos níveis de açúcar no sangue podem levar à inflamação, que causa problemas que vão desde doenças cardiovasculares a danos nos nervos, má circulação e várias infecções.

Eventualmente, o açúcar vai parar no fígado e ser transformado em gordura.

Enquanto isso, os seus níveis de leptina, um hormônio secretado pelas células de gordura para aplacar a fome e impedir você de comer demais, estão em constante elevação.

perigo

30 minutos após a ingestão

A menos que tenha exagerado, o que a fazer sentir-se enfraquecida, o sentimento é de satisfação.

Com o estômago cheio, seu corpo parou de secretar a grelina, o “hormônio da fome”.

A esta altura, os ácidos em seu estômago estão trabalhando duro para digerir toda a gordura ingerida.

Assim que a gordura é quebrada, está pronta para ser absorvida pela corrente sanguínea, onde vai até o fígado, para ser redirecionada para músculos e ser usada como energia.

Ou, caso os músculos já tenham combustível suficiente, ela será convertida em células de gordura, a serem armazenadas ao redor da cintura.

Todo este processo aumenta seus níveis de triglicerídeos (ou seja, de gordura no sangue).

Os níveis persistentemente elevados de triglicérides, que podem ser causadas por uma dieta rica em açúcar, álcool, ou gorduras, causam o entupimento e rigidez das artérias.

gordura

Se você está acima do peso ou tem um  histórico familiar de doença circulatória, seus níveis de triglicerídeos vão ficar altos por mais tempo.

Portanto, comer uma fatia pode aumentar o risco de doenças exatamente como um acidente vascular cerebral e ataque cardíaco.

Mas se você é saudável, em geral, seus níveis de triglicérides vão ficar altos por cerca de seis horas – caso tenho se contido em comer apenas uma fatia (quanto mais gordura você come, mais tempo os níveis de triglicerídeos permanecem elevados).

45 a 60 minutos após a ingestão

Uma refeição gordurosa como a pizza torna mais difícil a expansão dos vasos sanguíneos, deixando menos espaço para o sangue fluir, o que aumenta a pressão arterial.

Uma dieta rica em gordura também pode provocar a coagulação do sangue, o significa risco extra para quem não recusa uma fatia mesmo tendo risco portador de problemas cardíacos.

A boa notícia é que os hormônios – particularmente a leptina, que comunica a saciedae ao cérebro – estão trabalhando de modo efetivo, para que a esta altura você não tenha desejo de comer mais nada.

Neste momento não há mais preguiça, já que a gordura bloqueia a serotonina, hormônio que promove a sonolência e tende a fluir livremente depois de uma refeição que contém apenas carboidratos.

3 a 4 horas após a ingestão

Horas depois, seu corpo pede por mais: cuidado (arte Pictoline Brasil)

Horas depois de deglutir algumas fatias, o açúcar no sangue voltou ao normal e a comida deixou seu estômago.

Mas nem tudo está de volta ao normal – os níveis de triglicerídeos ainda estão altos a esta altura.

Este é um bom motivo para você programar uma salada na próxima refeição.

Isso porque o perigo ainda ronda, já que o hormônio grelina agora flui livremente, e a caixa de pizza, com as sobras, ainda está por ali.

perder-peso

Ainda depois

Se você é relativamente saudável, entregar-se a uma fatia de pizza de vez em quando não é prejudicial.

Entretanto, se você tem níveis altos de lipídios, pressão arterial elevada, diabetes, resistência à insulina, doença cardíaca, está acima do peso ou fuma – condições que já colocam sua saúde em risco – o melhor seria considerar outras opções.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *